Buscar
  • Filipe Hirota

Precificação: Quais cuidados tomar?

Atualizado: 1 de Set de 2020

Imagina a seguinte situação:

Você faz uma promoção e coloca um desconto no preço do seu produto ou serviço, começa a vender que é uma beleza, o faturamento aumenta e você fica super feliz =D

Mas aí, você olha pra sua conta bancária e vê que os números não cresceram muito. =/

Talvez o aumento do faturamento ainda não tenha sido suficiente, então: “Bora vender mais!

Ai você investe em divulgação e começa a vender ainda mais! $uce$$o!! Faturamento indo pras alturas! =D

Até que você olha novamente para a conta bancária e vê algo assustador:

Os números caíram! Isso mesmo, caíram! Como isso é possível?? Foi um dos meses que você mais vendeu! Como pode o dinheiro estar acabando?? =O


Desculpe informar mas.... é bem provável que seu preço estava errado.

E agora? Tarde demais...

Preços (ou descontos) errados podem custar muito caro para empresa! Dependendo do caso, vender mais pode causar ainda mais prejuízo...

Por isso, saber calcular o preço, e até quanto você pode dar de desconto no seu produto, é fundamental para o negócio.

E o pior é que a fórmula para calcular o preço nem é tão difícil:

Faturamento Necessário = (Despesa Fixa + Lucro Desejado) / Margem de Contribuição

Preço = Faturamento Necessário / Qtde Vendida

O problema é saber quais números você coloca nela.

O empresário ou empresária, precisa fazer uma lição de casa antes de sair botando preço e dando desconto em tudo, ele(a) precisa primeiro ORGANIZAR as finanças para então descobrir quais números ele deve colocar na fórmula, para ai sim, saber quais preços e descontos ele deve utilizar.


Quer a nossa ajuda para melhorar a Gestão Financeira de sua empresa, clique aqui!


Ficou com dúvida, fala com a gente!


11 visualizações0 comentário